Graduação em Administração - Milton Campos

É vasto e diversificado o campo de atuação do profissional de Administração. Nas organizações públicas, privadas ou de natureza não governamental, ele está presente nos setores de gestão financeira, recursos humanos, planejamento, marketing, logística, vendas, seja de produtos como também de serviços. Pretende-se do profissional a capacidade de adaptação aos diversos contextos e mudanças, em condições de gerenciar as várias situações presentes ou que se apresente em todos os segmentos do campo de trabalho do administrador. Objetiva-se, ainda, que o egresso da Faculdade de Administração Milton Campos opere com valores e formulações matemáticas presentes nas relações causais e formais entre fenômenos produtivos, administrativos e de controle através do raciocínio lógico, crítico e analítico. 

É um profissional que deverá, simultaneamente com suas atribuições de administrador, acompanhar as tendências do mercado, visando trazer para a empresa e para a economia local e nacional as vantagens da nova ordem econômica e social e acompanhar, ainda, as novas tecnologias e técnicas de gestão, verificando o seu impacto na organização e, quando for o caso, introduzi-las no negócio, visando maior produtividade e competitividade, respeitando o relacionamento pessoal.

Autorização: Portaria MEC nº 1.167, de 16 de outubro de 1998.
Reconhecido pela Portaria Ministerial - MEC nº 2.982 de 23/10/2003.
Renovação de reconhecimento Portaria DIREG/SERES nº 703 de 18/12/2013, publicada no DOU de 19/12/2013.

Inaugurado em 1999, o curso foi concebido a partir da constatação da demanda apresentada pelas empresas por profissionais de Administração preparados para a nova realidade no mundo empresarial, ou seja, a competitividade imposta pela globalização da economia e o impacto das novas tecnologias de informação e técnicas de gestão e produção.

Idealizado com vistas a ser reconhecido como um curso de excelência, o bacharelado em Administração das Faculdades Milton Campos apresenta uma matriz curricular que sempre atendeu às especificações de conteúdo programático e carga horária estabelecidos pelas Resoluções do Ministério da Educação e Cultura e as demandas de mercado. 

Além disso, as exigências crescentes dos clientes combinadas à concorrência e turbulência elevadas em mercados globalizados impõem à instituição uma constante avaliação de seus processos, metodologias e relacionamentos.

Buscando adequações aos avanços incontestáveis das novas tecnologias e sua aplicação no gerenciamento de processo, a Faculdade de Administração Milton Campos busca preparar um profissional com formação generalista em Administração, apto a tomar decisões em uma economia transnacional e trabalhar com equipes diversificadas dentro de estruturas organizacionais cada vez menos hierárquicas e mais colaborativas.

Espera-se que, durante o curso, o aluno tenha condições e interesse de conviver com o cotidiano das empresas, seja através do estágio supervisionado, de estudo de casos, programas intensivos de visitas e palestras, ou através de jogos empresariais e simulações ou participação na Milton Junior Consultoria Empresarial – empresa Junior da Faculdade.

Curso de

Administração

O aluno do curso de Bacharelado em Administração deve possuir a compreensão crítica das questões sociais, científicas, técnicas e econômicas da produção de bens e principalmente de serviços, bem como de seu gerenciamento. Pretende-se um profissional com capacidade de adaptação aos diversos contextos e mudanças, em condições de gerenciar as várias situações presentes ou que se apresentem em todos os segmentos do campo de trabalho do administrador, levando-se em consideração os níveis graduais no processo decisório. Objetiva-se, ainda, que o egresso das Faculdades Milton Campos opere com valores e formulações matemáticas presentes nas relações causais e formais entre fenômenos produtivos, administrativos e de controle através do raciocínio lógico, crítico e analítico. O bacharel em administração formado deve possuir, ainda, valores éticos, morais, espírito crítico e empreendedor, além de criatividade e determinação frente aos desafios que irá encontrar, tais como elaboração, implementação e consolidação de projetos nas diversas áreas da administração, principalmente, para a área de serviços.

Hoje, o ambiente empresarial exige adequação entre as necessidades organizacionais e sociais e o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes (as competências) que um determinado indivíduo detém. O mercado de trabalho exige que os profissionais ocupem novas posturas: sejam mais flexíveis a mudanças.

Algumas características condicionantes para a contratação do administrador atualmente são: a criatividade, inovação dos processos, honestidade, facilidade de entendimento de problemas e proposição de soluções, empreendedorismo, eficiência, facilidade no relacionamento em equipe, bom caráter, boa formação acadêmica e o bom relacionamento interpessoal.

É imprescindível estar bem informado, acompanhando não só as mudanças técnicas, mas também as de sua área, aprimorar-se constantemente, usar de flexibilidade, fidelidade, correção de conduta e boas maneiras. Um comportamento ético atrelado ao conhecimento permanece ainda como fator que leva ao sucesso. 

Por fim, todo administrador deve respeitar a concorrência – tratando-a de maneira correta, criando relacionamentos de confiança com seus clientes e valorizando as relações humanas ao atender às suas necessidades.

É um profissional que deverá, simultaneamente com suas atribuições de administrador, acompanhar as tendências do mercado, visando a trazer para a empresa as vantagens da nova ordem econômica e social e acompanhar, ainda, as novas tecnologias e técnicas de gestão, verificando o seu impacto na organização e, quando for o caso, introduzi-las no negócio, visando à maior produtividade e competitividade, respeitando o relacionamento pessoal.

GRADE CURRICULAR

Clique aqui e confira a Matriz Curricular vigente e equivalência com o curso de Ciências Contábeis.

 

 

ESTRUTURA CURRICULAR

Reconhecido pela Portaria Ministerial - MEC nº 2.982 de 23/10/2003

Renovação de reconhecimento Portaria DIREG/SERES nº 703 de 18/12/2013, publicada no DOU de 19/12/2013.

As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) para os Cursos de Administração, aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (Parecer CES/CNE n.º 0137/2005) – Resolução nº 04 de 13 de Julho de 2005 – Art. 3º indicam que 

“o curso de Administração deve ensejar, como perfil desejado do formando, captação e aptidão para compreender as questões científicas, técnicas, sociais e econômicas da produção e seu gerenciamento, observados níveis graduais do processo de tomada de decisão bem como para desenvolver gerenciamento qualitativo e adequado, revelando a assimilação de novas informações e apresentando flexibilidade intelectual a adaptabilidade contextualizada no trato de situações diversas, presentes ou emergentes nos vários segmentos do campo de atuação do administrador.”

Diante a essas expectativas e de acordo com as DCNs, o curso de graduação em Administração deve possibilitar a formação profissional que revele, pelo menos, as seguintes competências e habilidades:

I - reconhecer e definir problemas, equacionar soluções, pensar estrategicamente, introduzir modificações no processo produtivo, atuar preventivamente, transferir e generalizar conhecimentos e exercer, em diferentes graus de complexidade, o processo da tomada de decisão;

II - desenvolver expressão e comunicação compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nas comunicações interpessoais ou intergrupais;

III - refletir e atuar criticamente sobre a esfera da produção, compreendendo sua posição e função na estrutura produtiva sob seu controle e gerenciamento;

IV - desenvolver raciocínio lógico, crítico e analítico para operar com valores e formulações matemáticas presentes nas relações formais e causais entre fenômenos produtivos, administrativos e de controle, bem assim expressando-se de modo crítico e criativo diante dos diferentes contextos organizacionais e sociais;

V - ter iniciativa, criatividade, determinação, vontade política e administrativa, vontade de aprender, abertura às mudanças e consciência da qualidade e das implicações éticas do seu exercício profissional;

VI - desenvolver capacidade de transferir conhecimentos da vida e da experiência cotidianas para o ambiente de trabalho e do seu campo de atuação profissional, em diferentes modelos organizacionais, revelando-se profissional adaptável;

VII - desenvolver capacidade para elaborar, implementar e consolidar projetos em organizações; e

VIII - desenvolver capacidade para realizar consultoria em gestão e administração, pareceres e perícias administrativas, gerenciais, organizacionais, estratégicos e operacionais.

A medida que mais experiências forem vividas e os conhecimentos teóricos e tácitos forem construídos entre a FAMC, seus professores e seus alunos, essas competências estarão tão mais presentes no futuro administrador.

 

 

Adélia Marina de Campos Cursino

Mestre

 

Aguinaldo Heber Nogueira

Mestre

 

Alexandre Veloso Abreu

Doutor

 

Ana Luisa Daibert Pinto

Doutora

 

Ângela Maria Albuquerque de Paula Ricardo

Mestre

 

Antonio Marcos Souza

Mestre

 

Camilo Machado de Miranda Porto

Mestre

 

Daniel Duarte Costa de Avelar

Mestre

 

Elvira Maria Alvarez Leite

Mestre

 

Flávio Vilhena de Sales Dias

Mestre

 

Frederico Augusto Albuquerque de Andrade

Especialista

 

Gabriela Mascarenhas Lasmar

Mestre

 

Inácio Loiola Pereira Campos

Mestre

 

Jane Maria Diniz Martins

Mestre

 

João Baptista Santiago Neto

Mestre

 

José Flávio Bontempo Resende

Mestre

 

Juliana Franco Fulgêncio Fonseca

Mestre

 

Magno Luiz Coelho de Moura

Mestre

 

Marcelo Ângelo Andrade

Mestre

 

Marcília Duarte Costa de Avelar

Mestre

 

Marley Duarte Costa

Mestre

 

Matheus Lemos de Andrade

Mestre

 

Patrícia Maciel de Castro

Mestre

 

Regina Froes Dolabela

Doutora

 

Roberto Rafael Guidugli Filho

Mestre

 

Shirley Jorge da Silva

Doutora

 

Soraia Aparecida Belton Ferreira

Mestre

 

Walmer Costa Santos

Mestre