Estágio - Milton Campos

Estágio e NAJ

FDMC

O programa de estágios da FDMC sofreu alterações ao longo de 2015, com a redefinição do papel do NAJ e a valorização dos estágios em empresas e instituições. 

A criação de Oficinas Temáticas é uma das inovações no campo da prática jurídica e judiciária. A primeira Oficina criada é a de Arbitragem do Núcleo de Estudos em Arbitragem, sob a coordenação da professora Suzana Santi Cremasco. “A arbitragem é, sem dúvida, um dos caminhos profissionais mais promissores em nosso meio e é fundamental que nossos alunos já possam travar conhecimento dele”, afirma o professor Jean Carlos Fernandes. O Núcleo de Estudos em Arbitragem da Milton Campos - NEArb, inclusive, participará de competição da Câmara Mineira de Arbitragem (Camarb). 

Também se encontra em implantação a Oficina de Direito Internacional e Observatório de Relações Internacionais, sob o a coordenação do professor José Luiz Singi Albuquerque. 

Outras Oficinas já oficializadas e em plena atividade são as de ‘Mediação de Conflitos Socioambientais’, coordenada pela professora Fernanda Aparecida Mendes e Silva Garcia e Assumpção e a de ‘Direito Previdenciário’, do Piep, que atua sob a coordenação da professora Dinorá Carla de Oliveira Rocha Fernandes. 

Segundo o professor Jean Carlos Fernandes, “A reestruturação da prática, aliada à flexibilização curricular com a criação das novas disciplinas de Direito Eleitoral, Arbitragem e Libras reforçam a interdisciplinaridade e a fundamental participação do estudante para a construção da formação criativa e investigativa, além de atender a indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão e contribuir para a conquista da cidadania plena.”

 

FAMC

O curso de Administração e Ciências Contábeis visa antes de tudo, preparar os alunos para a atuação no mercado de trabalho.  Na década de 1960, o Conselho Federal de Educação, já instituía, através de parecer, a obrigatoriedade do Estágio Supervisionado para o curso de Administração. Até hoje, mais de 50 anos depois, o estágio continua sendo de vital importância. O aluno que adquire experiência prática e profissional através do estágio, aumenta sua chance de empregabilidade quando da conclusão do curso, sendo este o objetivo principal do curso: preparar profissionais para o mercado de trabalho.

Outro fator de grande importância do estágio está em ajustar as características do curso frequentado pelo aluno com a demanda do mercado.  O sistema de ensino deve fornecer aos indivíduos uma formação compatível com as necessidades das organizações. Há então, a necessidade de criar uma sinergia entre instituições de ensino, organizações e alunos.

O Estágio é visto como um importante instrumento na formação universitária. Além de ser uma atividade de integração entre empresa-escola-comunidade, é acima de tudo a vivência prática da teoria adquirida durante o Curso para a formação do aprimoramento profissional.

O Estágio implica em uma visão da Academia inter-relacionada com a comunidade em que o estudante atua através de um constante processo de retroalimentação de ensino-aprendizagem, pela formação de uma via dupla entre instituição de ensino e comunidade, através da reflexão/ação (teoria-prática).

Apesar de ser de competência exclusiva do aluno buscar meios de realizar seu estágio, a Coordenação de Estágios da FAMC atua como agente facilitador, sugerindo empresas ou informando possíveis solicitações de estágios aos alunos. Dentre outras funções, faz-se como meta primordial buscar novas empresas parceiras e celebrar novos convênios para que assim aumente constantemente a oferta de estágios aos alunos.

O estágio é atividade pedagógica do processo educacional que possibilita ao aluno complementar sua formação profissional, desenvolvendo habilidades e aplicando conceitos teóricos em situação de realidade. As novas competências profissionais baseadas na flexibilidade, na criatividade e inovação exigem a formação de profissionais empreendedores, dinâmicos e preocupados com a sua constante requalificação. Constitui-se, assim, um desafio para as universidades organizarem e/ou acompanharem as atividades pedagógicas relacionadas aos seus estágios supervisionados, mantendo os seus objetivos e a qualidade esperada. 

 

O estágio curricular, integrado pelas diciplinas Prática I, II, III, IV. Será desenvolvido, obrigatoriamente, nas seguintes modalidades:

Prática simulada + Prática real
O aluno será avaliado tanto na Prática Simulada quanto na Prática Real
A reprovação em uma implica necessariamente na reprovação em ambas.

Conforme calendário da Faculdade.
Fica o estagiário obrigado a prestar contas das ações sob sua responsabilidade e a apresentar os relatórios e demais informações solicitadas pelo orientador.

- Será observado o limite mínimo de alunos por turma.
- A opção pelas turmas de Sábado deverá ser comprovada pela impossibilidade de exercer o estágio durante a semana. (somente vínculo empregatício ou estatutário).

Coordenação: Prof. Paulo José Ângelo Andrade

Secretaria: Prof. Paulo José Ângelo Andrade, Maria Inês J. Henrique e Lucinéia de F. Silva Teixeira

Coordenação Prática I e II: Prof. Paulo José Ângelo Andrade

Coordenação Prática III: Prof. Carlos Augusto Junqueira Henrique

Coordenação Prática IV: Prof. Marcos Afonso de Souza/ Prof. Paulo Andrade

Edital 2016/1

EDITAL DE ESTÁGIO
Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ

O Coordenador do Núcleo de Assistência Judiciária da Faculdade de Direito Milton Campos, Prof. Paulo Andrade, em cumprimento à determinação da Diretora, Profa. Lucia Massara, faz saber que, no período de 04/01/2016 a 12/02/2016, a Secretaria do NAJ estará recebendo inscrições de candidatos para Exame de Seleção a 60 vagas de estágio voluntário no Núcleo de Assistência Judiciária, para o 1º semestre de 2016, assim distribuídas: 20 vagas para a área Cível, 20 vagas para a área Trabalhista e 20 vagas para a área Penal; e que será realizado nas condições abaixo especificadas, em conformidade com a Resolução 03/2014, do Conselho Superior da Faculdade de Direito Milton Campos.

1. Poderão candidatar-se ao estágio os alunos que:
- estejam matriculados a partir do 7º período na Faculdade de Direito Milton Campos, nas disciplinas de Prática Jurídica I, II, III ou IV;

- estejam inscritos, ou em condições de se inscreverem, na Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Minas Gerais;
2. A inscrição para seleção deverá ser instruída com os seguintes documentos:
- declaração do candidato quanto à sua disponibilidade para o exercício de atividades do NAJ de no máximo de 20(vinte) horas, semanais.
- curriculum vitae, com e-mail;
- declaração de conhecimento e aceitação do inteiro teor deste Edital, das Normas Gerais do Estágio Supervisionado e do Regulamento do Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ.

3. O Exame de Seleção compreenderá: Entrevista.
3.1 A entrevista terá como objetivo avaliar a aptidão e interesse do candidato para o exercício da atividade, tendo como resultado a decisão conceitual da Banca examinadora. A escala de entrevista será afixada no NPJ.
A entrevista será feita pela banca examinadora.
A banca examinadora será composta por três integrantes.
Além dos orientadores do Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ poderão participar da banca examinadora professores da Instituição.
A nomeação de integrantes da Banca examinadora competirá ao Coordenador do Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ.
A nomeação e divulgação dar-se-á até o dia 29/01/2016, em comunicação afixada no Núcleo de Assistência Judiciária – NAJ e NPJ.

3.2 Os candidatos serão informados, por e-mail, da data e horário da entrevista.

4. SERÃO CONSIDERADOS APROVADOS OS CANDIDATOS CONCEITO APTO.

5. O resultado final será divulgado até o dia 25/02/2016.

6. Para efeito de classificação, será considerado o que tiver maior idade.

7. O resultado da seleção terá validade de até 01 (um) semestre letivo, prorrogável em caráter excepcional por igual período, mediante indicação meritória fundamentada pelo respectivo orientador, analisada e endossada, em cada caso proposto, pelo Coordenador do Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ.

8. Ao faculta-se o direito de recurso.
O recurso deverá ser por escrito, e interposto até às 14:00, do dia posterior à divulgação do resultado, na secretaria do NAJ ou NPJ.

9. Na hipótese de não preenchimento de mais de 50% das vagas abertas no edital, seja por falta de candidato inscrito, seja em decorrência do exame de seleção, novo exame deverá ser realizado para o preenchimento das vagas remanescentes, com edital publicado em prazo não inferior a 7 (sete) dias da data prevista para a sua realização.

10. Na hipótese de não preenchimento de vagas em número igual ou inferior a 50% das vagas abertas, seja por falta de candidato inscrito, seja em decorrência dos resultados do exame de seleção, poderão os orientadores, observando esta ordem, reconduzir o estagiário que tenha exercido a função no semestre anterior, indicar aluno que tenha demonstrado rendimento excepcional no exercício do estágio em disciplina diversa ou indicar aluno que tenha demonstrado desempenho excepcional nas disciplinas já cursadas.

11. A presente seleção de estagiários será válida para o exercício das atividades no 1º semestre de 2016 e, excepcionalmente (nos casos de recondução propostos, aceitos pelo orientador e aprovados pelo Coordenador do Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ), no 2º semestre de 2016.

12. O estagiário exercerá suas atividades sem qualquer vínculo empregatício com a Faculdade de Direito Milton Campos, em regime de dedicação de até 20(vinte) horas semanais, ficando expressamente vedado o exercício simultâneo de outro estágio.

13. A carga horária despendida pelo estagiário no exercício de suas tarefas será convalidada para os efeitos da Resolução n. 03/2014.

14. O estagiário que descumprir as normas previstas neste edital e na regulamentação interna do Núcleo de Assistência Judiciária – NAJ, que exerça o encargo com desinteresse ou negligência ou que se comporte de modo incompatível com o seu exercício, poderá ser excluído do estágio.

15. No ato da admissão, o estagiário firmará termo de compromisso no Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ.

16. Os casos omissos serão analisados e decididos pelo Coordenador do NAJ.

17. O Edital será divulgado nas salas de aula, no Núcleo de Assistência Judiciária - NAJ e no site da faculdade, bem como nos quadros de aviso da Faculdade de Direito Milton Campos.

Atendimento a estagiário e clientes:
Horário de Funcionamento do NAJ para estagiários:
Segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30
Sábado das 13h30 às 17h30

Horário de funcionamento externo:
Atendimento a estagiários e clientes:
de Segunda a sexta-feira das 08h às 12h e 13h30 às 17h30
Sábado das 13h30 às 17h30

O Núcleo de Assistência Judiciária da Faculdade de Direito Milton Campos - NAJ - foi fundado em 11 de junho de 1990, como órgão de extensão.

Destina-se a ministrar ensino prático de Direito a alunos da Faculdade mediante assistência judiciária a pessoas legalmente pobres ou segundo convênios que forem estabelecidos.

O estágio no NAJ pode ser curricular para todos os alunos de prática I, II, III, e IV ou bolsista.

O agendamento é feito diariamente no horário de funcionamento, pessoalmente ou pelos telefones: 3274-9272/3274-9185/3047-7058.

O Núcleo de Assistência Judiciária da Faculdade de Direito Milton Campos - NAJ - foi fundado em 11 de junho de 1990, como órgão de extensão.

Destina-se a ministrar ensino prático de Direito a alunos da Faculdade mediante assistência judiciária a pessoas legalmente pobres ou segundo convênios que forem estabelecidos.

O estágio no NAJ pode ser curricular para todos os alunos de prática I, II, III, e IV ou bolsista.

O agendamento de novos casos é feito, diariamente, no horário de funcionamento, pessoalmente ou pelo telefone 3274-9272.

NORMAS ADMINISTRATIVAS

Direitos
Os constantes das normas da Faculdade e do Estatuto da OAB.

Frequência 
Segue as mesmas normas da Faculdade.

Audiências
Obrigatoriedade ao comparecimento às audiências e cumprimento dos prazos das ações sob sua responsabilidade, mesmo que ocorram ou vençam fora de seu dia de plantão, salvo deliberação do orientador.

Avaliação 
O aluno será avaliado tanto na Prática simulada quanto na Prática Real. A reprovação em uma implica, necessariamente, na reprovação em ambas.

Trancamento de matrícula no NAJ 
Só poderá ocorrer no período estabelecido, ficando o estagiário obrigado a prestar contas das ações em seu poder e a apresentar os relatórios e demais informações solicitadas pelo orientador.

ESCALA DE ORIENTADORES
 

ORIENTADORES - PRÁTICA I / II
Manhã
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Sábado
  Luciana Ana Paula   Luciana   Luciana
Prática II     Fabrícia   Renata  
Prática I Ana Paula Luciana Luciana Ana Paula Ana Paula  
Prática II   Renata Renata Fabrícia Fabrícia  
Fórum Fabrícia Fabrícia Ana Paula Renata Fabrícia  


 

ORIENTADORES - PRÁTICA III
Manhã
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Sábado
Prática III Pedro Gelape   Pedro Gelape   Pedro Gelape Felipe - MC
  Paula   Paula      
Manhã
           
Prática III Carlos Henrique Carlos Luz Carlos Henrique Felipe Marcelo Pertence  
    Paula   Paula Paula  


 

ORIENTADORES - PRÁTICA IV
Manhã
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Sábado
Prática IV   Giovana   Giovana   Thiago
Tarde            
Prática IV Thiago   Giovana Thiago Giovana  
Fórum Giovana

O NAJ (Núcleo de Assistência Judiciária) é o escritório modelo do NPJ (Núcleo de Prática Jurídica) da Faculdade de Direito Milton Campos, orgão encarregado de prestar assessoria jurídica e judiciária, preventiva e contenciosa, à comunidade carente.

O antendimento aos clientes e o acompanhamento das demandas são feitos por estagiários regularmente inscritos na OAB/MG, orientados por professores.

O NAJ possui excelente estrutura física e está situado a Rua São Paulo, nº 1071 - Bloco B - 5º e 11º andares em Belo Horizonte.

O atendimento é efetuado com agendamento pelo telefone (0xx31) 3274-9272.

DIREITO - FALE COM A PESSOA CERTA!!!
NAJ - Prof.º Paulo José Ângelo Andrade
Email- naj@mcampos.br

PRÁTICA I e II
Manhã
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Prática I
-
-
Luciana
-
-
Prática II
-
-
Giovanna
-
-
Fórum
Giovanna
Luciana
Paulo Barcelos
Luciana
Renata
Tarde
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Prática I
Paulo Barcelos
-
Giovanna
Luciana
Renata
Prática II
Renata
Paulo Barcelos
-
-
-
Fórum
Giovanna
Renata
Renata
Paulo Barcelos
Giovanna

 

PRÁTICA III
Manhã
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Prática III
Ana Cristina
(sem turma)
Germana Sousa
e Laura Ferreira
Ana Cristina, Laura Ferreira e Pedro Gelape
Germana Sousa
Laura Ferreira
Tarde
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Prática III
Germana Sousa
e Paula Cantelli
Laura Ferreira
e Ana Cristina
Germana Sousa
Paula Cantelli
Ana Cristina
Ana Cristina, Germana e Pedro Gelape

 

PRÁTICA IV
Manhã
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Prática IV
Natália Godoy
-
-
Natália Godoy
-
Tarde
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Prática IV
Bruna Andrade
Bruna Andrade
Bruna Andrade
Natália Godoy
Edimar Cristiano
           
Tarde
Prática I/II
Prática IV
     
Sábado
Paulo Barcelos
Edimar Cristiano
     
 

Direitos
Os constantes das normas da Faculdade e do Estatuto da OAB.

Frequência 
Segue as mesmas normas da Faculdade.

Audiências
Obrigatoriedade ao comparecimento às audiências e cumprimento dos prazos das ações sob sua responsabilidade, mesmo que ocorram ou vençam fora de seu dia de plantão, salvo deliberação do orientador.

Avaliação 
O aluno será avaliado tanto na Prática simulada quanto na Prática Real. A reprovação em uma implica, necessariamente, na reprovação em ambas.

Trancamento de matrícula no NAJ 
Só poderá ocorrer no período estabelecido ficando o estagiário obrigado a prestar contas das ações em seu poder para apresentar os relatórios e demais informações solicitadas pelo orientador.