Maíra Neiva Gomes obtém grau de doutor com nota 100

[vc_row][vc_column][gt3_custom_text text_color=”#3c434b” font_size=”16″]A professora Maíra Neiva Gomes, da FDMC, obteve em 26 de maio o grau de Doutor em Direito, área de Direito Privado, pela PUC Minas, após sua defesa da tese Horizontes rebeldes: relações de trabalho e movimentos sociais no século XXI. A profesora foi aprovada com média 100, recomendação para publicação e a distinção ‘magna cum laude’.

Na tese, ela discute os impactos dos movimentos sociais no sindicalismo e no Direito do Trabalho, em especial, os movimentos sociais culturais, com destaque para os movimentos negros, dos quais ela faz parte. Ela explica que, diante disso, o orientador autorizou a quebra do protocolo, dispensando o uso da tradicional beca e permitindo a presença dos movimentos sociais.

“Todos esses elementos afro fizeram parte da defesa e houve apresentação de duelo de passinho do funk, com a Ong LáDaFavelinha, do Aglomerado da Serra”. A aprovação foi comemorada em festa com mais de 5 mil pessoas, debaixo do Viaduto Santa Tereza, organizada pelo coletivo negro cultural AFROnt.

Seu orientador foi o professor Márcio Túlio Viana, da PUC Minas, e a banca examinadora integrada pelos professores Lucas de Alvarenga Gontijo (FDMC), José Luiz Quadros de Magalhães (PUC Minas), Everaldo Gaspar Lopes de Andrade (UFPE), Cleber Lúcio de Almeida (PUC Minas) e Raquel Betty de Castro Pimenta (ESA), todos doutores.[/gt3_custom_text][gt3_image_box thumbnail=”2173″ image_position=”top” title_tag=”h2″ title_color=”#192041″ text_color=”#3c434b” link_color=”#a22531″ link_hover_color=”#192041″ new_tab=””][/vc_column][/vc_row]

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.