Milton Campos mais próxima do TJ-MG

[vc_row][vc_column][gt3_custom_text text_color=”#3c434b” font_size=”16″]

Milton Campos mais próxima do TJ-MG

[/gt3_custom_text][gt3_spacing height=”40px”][gt3_custom_text text_color=”#3c434b” font_size=”16″]

Nesta semana, a direção da Faculdade de Direito Milton Campos participou de um encontro com o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Nelson Messias de Moraes, na sede do órgão, para propor uma colaboração em projetos desenvolvidos pelo Tribunal, principalmente os de cunho social, envolvendo professores e alunos. Participaram da visita o presidente da mantenedora da instituição, Pedro Gelape, a diretora da Faculdade, Lúcia Massara, além das professoras Ana Luísa de Navarro Moreira e Dinorá Fernandes. Participaram ainda o desembargador Caetano Levi Lopes e o juiz auxiliar da presidência, Luiz Carlos Rezende e Santos.

[/gt3_custom_text][gt3_spacing height=”40px”][gt3_custom_text text_color=”#3c434b” font_size=”16″]

Durante o encontro, o desembargador Nelson Missias ressaltou a necessidade de as faculdades de Direito reforçarem a formação humanística em seus currículos. Já a diretora da faculdade, solicitou ao presidente que o TJMG viabilize a oferta de programas de treinamento no Processo Judicial eletrônico (PJe) para estudantes do curso, para já saiam da faculdade familiarizados com o sistema.

[/gt3_custom_text][gt3_spacing height=”40px”][gt3_custom_text text_color=”#3c434b” font_size=”16″]

A proposta foi acatada e as duas partes farão reuniões para definir um projeto-piloto de treinamento de estudantes, que possa ser estendido a outras faculdades. Vale lembrar que a Milton Campos já tem parceria com o TJMG em alguns projetos, como o “Rua de Direitos”, e presta assistência judiciária no Fórum de Nova Lima, município em que está a sede da faculdade.

[/gt3_custom_text][gt3_spacing height=”40px”][/vc_column][/vc_row]

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.