Milton Campos ofereceu serviços assistenciais à população de rua

[vc_row][vc_column][gt3_custom_text text_color=”#3c434b” font_size=”16″]A Faculdade de Direito Milton Campos participou na última terça-feira, dia 26 de setembro, da terceira edição da Rua do Respeito / Rua de Direitos, um programa em parceria com a ONU, Tribunal de Justiça, Ministério Público e o Servas que busca levar serviços e informações à população carente de Belo Horizonte, em quatro eixos: a divulgação e esclarecimento do fenômeno das pessoas em situação de rua para sociedade; ações que promovam o acesso desse público a direitos básicos de qualquer cidadão; projetos sociais e profissionalizantes que possibilitem a inclusão dessas pessoas no mercado de trabalho; e efetivação do acesso da população de rua à Justiça e a outros serviços.

A Milton Campos é parceira desse projeto desde a sua primeira edição, em 2015, por intermédio do Programa de Inclusão e Educação Previdenciária (Piep). Outras instituições públicas e privadas também participam.

A edição deste ano aconteceu na alameda principal do Parque Municipal ‘Américo René Gianetti’, no centro da capital, de 9h às 17 horas, onde foi montada estrutura (alimentação, água, banheiros, chuveiros) para acolher, ouvir e encaminhar as pessoas em situação de rua e demais transeuntes. Foram oferecidos serviços diversos, como atendimento odontológico, médico e psicológico básicos, emissão de documentos e certidões e corte de cabelo, entre outros.

A equipe da Milton Campos ficou responsável pelo oferecimento de consultoria nas áreas previdenciária e trabalhista, tendo sido atendidas, no total, 107 pessoas. O atendimento previdenciário foi feito pelo Piep, sob a coordenação das professoras Dinorá Carla Oliveira Fernandes, Juliana Fulgêncio e Simone Andrada e a participação de quatro alunos e consistiu em dar orientações sobre os benefícios previdenciários, agendamento de benefício assistencial, de auxílio-doença e de aposentadorias.

O atendimento trabalhista foi coordenado pela professora Wânia Guimarães Rabêllo Almeida e envolveu três alunas, consistindo em orientações sobre direitos trabalhistas em geral.[/gt3_custom_text][/vc_column][/vc_row]

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.